e-bit na mídia

Comércio eletrônico no Brasil fatura R$ 1,6 bilhão no Natal
30/12/2009 IDG Now!

Valor é 28% maior que o gerado no mesmo período do ano passado, segundo a e-bit; livros foram os produtos mais vendidos.

O comércio eletrônico brasileiro movimentou 1,6 bilhão de reais com as vendas de bens de consumo no período que antecedeu o Natal, que foi de 15 de novembro a 24 de dezembro.

Esse valor é 28% maior que o montante de 1,2 bilhão de reais gerado na mesma época no ano passado, segundo dados divulgados pela e-bit, empresa especializada no setor.

 “Ano a ano acompanhamos a evolução do e-commerce, e sem dúvida o Natal é um grande aliado para esse crescimento. Com esse faturamento expressivo, nota-se que o consumidor está mais preparado e programado para comprar via web”, diz o diretor geral da e-bit, Pedro Guasti.

 O executivo lembra que as lojas virtuais tiveram que se programar para atender a todas as demandas, pois sem uma estrutura e logística, ficaria difícil receber tantos pedidos no período natalino.

Produtos mais procurados

A categoria de produtos mais vendida pelo varejo virtual foi a de livros. Em segundo lugar ficaram os eletrodomésticos, impulsionados pela redução do IPI, seguidos de itens de saúde, beleza e medicamentos. Informática e eletrônicos ficaram na quarta e na quinta colocações, respectivamente, completando o ranking.

O pico das vendas natalinas ocorreu no dia 16 de dezembro, quando foram realizados mais de 150 mil pedidos, um crescimento 50% superior a um dia de vendas normal.

Enquanto o e-commerce teve uma evolução de 28% em suas vendas natalinas, o varejo físico obteve apenas 6,8% de acréscimo, segundo o indicador Serasa Experian.

No Natal norte-americano, as vendas online subiram 15,5% de acordo com o pelo SpendingPulse, uma unidade do MasterCard Advisors.



 

Apoiamos causas contra a divulgação de materiais ilegais, agressivos, caluniosos, abusivos, difamatórios, discriminatórios, ameaçadores, danosos, invasivos da privacidade de terceiros, terroristas, vulgares, obscenos ou ainda condenáveis de qualquer tipo ou natureza que sejam prejudiciais a menores e à preservação do meio ambiente. Compre com segurança: conheça seus Direitos de Consumidor.