e-bit na mídia

Lojas anunciam descontos de até 70% após Natal
26/12/2009 A Tarde Online

Mesmo após os gastos com os presentes de Natal, os consumidores visitaram o comércio de rua e os shoppings da cidade neste sábado, 26, não somente para fazerem trocas e as últimas compras para o Ano Novo, mas também para tentar encontrar as promoções do saldão de Natal. Estes descontos também estão sendo anunciados no comércio eletrônico, com percentuais que variam entre 10% e 70%.

O site (saldaonainternet.com.br ) é um deles, que reuniu 40 grandes lojas e irá oferecer vestuário e eletrodomésticos até o dia 15 de janeiro com estes percentuais. A empresa espera chegar a um milhão de visitas durante e negociar em torno de R$ 15 milhões mesmo após as festas.

Alexandro Roton Dano, gerente da loja Ricardo Eletro Iguatemi, diz que apesar do movimento mais fraco após o feriado, os clientes que vão a loja chegam determinados a comprar. “Eles já sabem que estamos com descontos de 40% a 60%, por causa do saldão”, explica Dano.

Já na parte de vestuário, os lojistas informam que as promoções começam em janeiro. “Ainda aproveitamos o movimento para o Ano Novo. Às vezes, o cliente vem fazer uma troca e já leva uma outra peça”, acrescenta Washington Vieira, gerente da Moda Mania, na Avenida Sete de Setembro. Vieira ainda informa que alguns lojistas abrirão neste domingo para aproveitar as últimas vendas do fim de ano.

Jucy Oliveira, sub-gerente da loja Wave Beach no Iguatemi, confirma que promoções só em janeiro. “Este movimento aqui é porque hoje é o dia mundial da troca”, diz.

Foi isto que fez Marinalva Santos, administradora, que aproveitou o dia de ontem para trocar um presente, mas também comprar produtos de mesa e banho que usará no Ano Novo. “Ainda está tudo o mesmo preço. Só em janeiro mesmo para baixar. Só vou comprar as outras coisas, porque tenho necessidade”, comenta a consumidora.

Já Reginaldo Cunha, aposentado, na agonia das compras de Natal levou um pé de um sapato e outro pé de outra marca. Cunha aproveitou o dia calmo ontem para a troca, mas encontrou demora no atendimento. “Para vender foi rápido, mas na hora de trocar é complicado”, reclamou.


Orientações:

1 - Cuidado para não  fazer compras por impulso na hora que for trocar os presentes natalinos. Esta atitude pode causar um superendividamento já no começo do ano

2 - Na parte de vestuário, os lojistas realizam as melhores promoções em janeiro. Os consumidores que puderem esperar, vão encontrar preços mais atrativos

3 - Na internet, escolha sempre sites seguros, que já tenham alguma referência, antes da compra. Muitas promoções já são realizadas nestes últimos dias do ano, com percentuais de até 70% de desconto

4 - Se a loja se dispôs a fazer a troca antes da venda, agora fica obrigada a cumprir o procedimento. Caso tenha dificuldades, deve-se procurar um órgão de defesa do consumidor

5 - Se possível, leve a nota fiscal para trocar os presentes. O consumidor não é obrigado a levar, mas os lojistas reclamam que estão tendo dificuldades com a Secretaria da Fazenda por causa destas trocas sem notas fiscais, já que em alguns casos há uma diferença de valor.



 

Apoiamos causas contra a divulgação de materiais ilegais, agressivos, caluniosos, abusivos, difamatórios, discriminatórios, ameaçadores, danosos, invasivos da privacidade de terceiros, terroristas, vulgares, obscenos ou ainda condenáveis de qualquer tipo ou natureza que sejam prejudiciais a menores e à preservação do meio ambiente. Compre com segurança: conheça seus Direitos de Consumidor.