e-bit na mídia

Natal aquece as vendas no comércio
4/12/2009 Administradores.com.br

O mês de dezembro é aquele que traz esperanças para todos os comerciantes que passaram por momentos difíceis no decorrer do ano em decorrência da crise mundial. Com a aproximação das festas de fim de ano, o comércio fica mais forte e dinâmico, esperando resultados satisfatórios.

E agora os bons frutos estão realmente vindo para os lojistas que esperam altas para suas vendas neste mês. Começa a procura pelas promoções de Natal, que enchem os olhos dos consumidores que esperam pelos preços mais baixos na hora da suas compras.

Os shoppings e as lojas de rua começam as suas ações para esperar essa data, como ampliar o horário e essa mudança provavelmente deve continuar até o final do ano, pensando naqueles consumidores que acabam fazendo as compras de Natal na última hora. Há muitas vagas de empregos temporários nos shoppings, fato que dá um empurrão na economia devido aos empregos que oferece. E não é só isso, os shoppings ainda apostam numa bela decoração de Natal, procurando atrair os consumidores e toda a sua família.

E o comércio eletrônico também fica na expectativa, pois ele pretende faturar mais neste ano do que faturou no ano de 2008. Aproveitando que nessa época os consumidores procuram presentear outras pessoas, nada como fazer as compras pela internet. E o conforto é a grande sacada do comércio eletrônico. Toda essa movimentação faz com que a preparação seja mais estimulante e passe tudo isso para os seus consumidores na hora da venda.

Todo esse cenário, sem dúvida nenhuma é aquecido devido à data, juntamente com a primeira parcela do décimo terceiro salário, o que faz com que o consumo venha com mais força e assim, os lojistas possam comemorar os resultados.

Os empresários desse segmento começam a se posicionar de forma estratégica, usando a sua percepção para conseguir atrair a clientela no momento em que a concorrência fica muito mais acirrada. Esse é o momento para que os lojistas possam colocar em prática as suas ações e conseguir alcançar os resultados esperados.



 

Apoiamos causas contra a divulgação de materiais ilegais, agressivos, caluniosos, abusivos, difamatórios, discriminatórios, ameaçadores, danosos, invasivos da privacidade de terceiros, terroristas, vulgares, obscenos ou ainda condenáveis de qualquer tipo ou natureza que sejam prejudiciais a menores e à preservação do meio ambiente. Compre com segurança: conheça seus Direitos de Consumidor.